O País Online - A verdade como notícia

Quinta-feira
21 de Setembro
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Sociedade Sociedade Eleições geram conflitos em África

Eleições geram conflitos em África

Ferrão diz que autonomia científica e pedagógica assenta na dependência financeira ao Estado

O Reitor da Universidade Pedagógica, Jorge Ferrão, defende que as democracias em África não se consolidam, embora muitos países realizem eleições. Ferrão diz que as eleições só geram conflitos em África.


Numa palestra com estudantes da Universidade Pedagógica, delegação de Quelimane, subordinada ao tema “Crise nas universidades: de ordem aos caos” o reitor Ferrão começou por falar da situação democrática em África.

Voltando à crise nas universidades, o reitor destacou três momentos a saber: Primeiro, crise de hegemonia, segundo, crise de legitimidade, e, terceiro, crise institucional. Esta última que, segundo Ferrão, representa o elo mais fraco da universidade, porque a sua autonomia científica e pedagógica assenta na sua dependência financeira ao Estado.

Todavia, o reitor da universidade instou ao grupo de estudantes a desenvolverem estudos que tratem de democracias em África, e meios para se ultrapassar a crise nas universidades.



 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -20-09-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa414