O País Online - A verdade como notícia

Quinta-feira
21 de Setembro
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Sociedade Sociedade Graduados desafiados a apostar no auto-emprego

Graduados desafiados a apostar no auto-emprego

Primeiro-Ministro defende que instituições de ensino superior devem apostar na investigação científica para consolidar o bem-estar social

A Universidade A Politécnica graduou, hoje, 272 estudantes. Deste grupo, 253 são licenciados e 19 mestres. Em representação do Presidente da República, o Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário desafiou as universidades a garantirem a qualidade do ensino e aprofundarem a pesquisa científica.

Aos graduados, Agostinho do Rosário propôs uma aposta no auto-emprego.

O Primeiro-Ministro, enalteceu ainda o contributo de Lourenço do Rosário enquanto reitor da A Politécnica. Na mesma linha, o novo reitor, Narciso Matos, elogiou o trabalho do seu antecessor e prometeu dar continuidade.

Por seu turno, os estudantes graduados prometeram colocar em prática os ensinamentos adquiridos na academia.

Esta foi a décima nona graduação daquela Universidade que funciona a 22 anos.

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -20-09-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa414