O País Online - A verdade como notícia

Sábado
21 de Outubro
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Sociedade Sociedade Conselho Islâmico distancia-se dos ataques de Mocímboa da Praia

Conselho Islâmico distancia-se dos ataques de Mocímboa da Praia

Conselho Islâmico apela autoridades a punirem exemplarmente atacantes

O presidente do Conselho Islâmico de Moçambique, Sheik Aminudin Muhamad, que está na cidade da Beira em missão de serviço, distanciou-se dos ataques de Mocímboa da Praia, onde os autores têm sido apontados como radicais islâmicos, e pediu punição exemplar.

“A religião islâmica nada tem a ver com os acontecimentos de Mocímboa da Praia. (Os autores) são terroristas que não se identificam com a nossa religião. O Islamismo é uma religião pacífica e condena actos de terror. Distanciamo-nos deles e apelamos às autoridades para que se aplique contra eles a mais severa punição possível”, disse o líder.


 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -20-10-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa420