O País Online - A verdade como notícia

Quinta-feira
19 de Outubro
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Sociedade Sociedade Professores de Gondola reivindicam pagamento de horas extras

Professores de Gondola reivindicam pagamento de horas extras

Sector da educação diz que dívida de cerca de oito milhões de meticais referentes ao pagamento de horas extras dos professores do distrito de Gondola deve-se à crise económica do país

Por ocasião do dia do professor, que se celebra hoje, o sector da educação no distrito de Gondola, juntou na mesma sala professores de vários subsistemas de ensino para debaterem, entre outros temas, o seu papel na melhoria da qualidade de ensino.

Os professores aproveitaram a ocasião para exigir seus direitos. Cerca de 1573 professores, reivindicam pagamento de três meses de horas extras referentes ao ano passado. O sector da educação reconhece a dívida avaliada em cerca de oito milhões de meticais, mas justifica o não pagamento com a crise económica que o país vive.

 

Sobre o assunto, Arlindo Ngozo, director do serviço distrital de educação de Gondola não avança quando será pago o valor em dívida, mas diz que o sector que dirige está empenhado em mobilizar os professores a leccionarem com normalidade enquanto aguardam o pagamento.

 

"Moçambique tem tudo para ser uma potência de África e do mundo.

Tem riqueza que chega para todos. Falta é de inteligências."

 

Adelino Timóteo


publicidade

Edição Impressa e O Tempo

 Edição  O Tempo

 Edição Impressa -18-10-2017

Impressa

 

Maputo

 

Inhambane

 Beira
 

Nampula

 
 

Edição Impressa419