INGC enaltece espírito de solidariedade e destaca retorno à normalidade após ciclone

INGC enaltece espírito de solidariedade e destaca retorno à normalidade após ciclone

Cerca de um mês depois do ciclone Idai ter afectado as províncias da zona centro do país continua a mobilização de apoio para as vítimas do mau tempo. Ontem, por exemplo, o United Bank for Africa (UBA) doou produtos alimentares, higiene, redes mosquiteiras, purificador de água e roupa destinada às vítimas do ciclone Idai, um dos espíritos de solidariedade que também foi seguido por um grupo de cidadãos portugueses que ofereceu cerca de 11 mil capulanas para mulheres vítimas do ciclone Idai e inundações.

Também a comunidade moçambicana residente no Zimbabwe denominada (Zimofa) disponibilizou ontem 60 toneladas de produtos diversos com destaque para alimentos e roupas destinados às vítimas do ciclone em Sofala. Os produtos foram canalizados ao Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC).

O director do Gabinete de Coordenação da Reconstrução do INGC, Higino Rodrigues, disse que o gesto demonstrava o espírito solidário de que estão revestidos os cidadãos moçambicanos e não só.  Rodrigues acrescentou que os produtos serão de grande utilidade para as pessoas afectadas pela catástrofe natural, que continuam, apesar da ajuda que tem sido providenciada, a necessitar de apoio multiforme.

Segundo a mesma fonte neste momento as águas já voltaram aos seus leitos dos rios, com número de óbitos a rondar nos 603, sendo que alguns corpos já foram localizados e a situação está estável. Por seu turno o representante dos colaboradores do UBA, Dan Gobe, afirmou que esta é uma acção cujo objectivo é minimizar o sofrimento das famílias efectadas pelo ciclone Idai. Já o representante da comunidade denominada Zimofa, Dave Popatlal, defendeu a necessidade de mais mobilização de apoio paras a vítimas tendo em conta o nível de destruição.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique