Investigadores não encontram autores da morte de sete pessoas em Nampula

Investigadores não encontram autores da morte de sete pessoas em Nampula

Depois de a Stv despoletar o caso dos sete corpos despojados nas matas do distrito de Morrupula, a 22 de Outubro do ano passado, a Procuradoria Provincial de Nampula abriu um processo com a referência 256/P/2018 e ordenou diligências de investigação preparatória liderada pelo Serviço Nacional de Investigação Criminal.
 
Foi necessário exumar os corpos para determinar as causas da morte e o relatório da Medicina Legal concluiu que os mesmos tinham sinais de morte violenta, mas não foi reconhecida a identidade, nem a proveniência dessas pessoas.

Cinco meses depois, a Procuradoria Provincial de Nampula decidiu ordenar produção de melhor prova, o que em outras palavras significa que vou se volta ao processo quando houver informação relevante que conduza aos autores do crime. Aliás, em Novembro do ano passado, a mesma procuradoria havia admitido que se trata de um processo complexo que exigia uma investigação aturada.

O mais estranho neste processo, é que nunca houve denúncia de pessoas desaparecidas em Nampula ou noutras províncias vizinhas, facto que dificultou em certa medida as investigações.


 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique