Juíza decreta liberdade provisória para Zucula, Viegas e Zimba

Juíza decreta liberdade provisória para Zucula, Viegas e Zimba

Vinte e quatro horas após a sua detenção, os arguidos do caso Embraer foram interrogados na tarde desta quinta-feira no tribunal judicial da cidade de Maputo. Mateus Zimba, antigo gestor de topo da Sasol, foi o primeiro a ser ouvido pelo tribunal. Seguiu o antigo PCA da LAM, José Viegas e, por último, o antigo ministro dos Transportes e Comunicações, Paulo Zucula.

Após quatro horas de sessão, a juíza Ludovina David decretou como medida de coação a liberdade provisória para os três réus.

Para responder ao processo em liberdade, José Viegas deverá pagar três milhões e quinhentos meticais, Paulo Zucula, deve pagar cinco milhões de meticais, e para Mateus Zimba a juíza fixou o valor de seis milhões de meticais. 

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique