Lichinga-Cuamba volta a ter ligação ferroviária

Lichinga-Cuamba volta a ter ligação ferroviária

O governo da província do Niassa e o consórcio que explora o corredor ferroviário de Nacala, o CDN, acabam de concluir um acordo que preconiza a introdução de um comboio misto que vai assegurar o transporte, em simultâneo, de passageiros e mercadorias, avança a AIM.

O governador do Niassa, Arlindo Chilundo, revelou que o acordo se segue a negociações iniciadas em Novembro último, que deverão culminar com a retoma da circulação do comboio de mercadorias no troço que liga as cidades capital provincial, Lichinga, e de Cuamba.

Chilundo ajuntou que a retoma da circulação de comboios de mercadorias terá um impacto importante na redução do custo de vida na província, porquanto o transporte ferroviário é o mais acessível comparativamente ao rodoviário, que, neste momento, enfrenta dificuldades devido às chuvas e num contexto em que decorre a reabilitação do troço Lichinga/Cuamba, de cerca de 310 quilómetros.

A província do Niassa tem um potencial considerável de recursos minerais, nomeadamente ferro, carvão, calcário, entre outros, cuja exploração deverá ser escoada por via-férrea.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique