Locomotiva da capital quer “trucidar” os Maxacas

Locomotiva da capital quer “trucidar” os Maxacas

O Ferroviário de Maputo disse, hoje, que a palavra de ordem é a vitória, no jogo desta quarta-feira, contra o Maxaquene, a contar para a Taça de Moçambique, fase da cidade. Os locomotivas fizeram este pronunciamento durante mais uma sessão de treinos, que visava preparar o desafio.

Os jogadores e equipa técnica do Ferroviário estão decididos a não facilitar no jogo contra o Maxaquene, referente à Taça de Moçambique.

Por isso, os locomotivas da capital estiveram a trabalhar esta terça-feira, no Estádio da Machava, local onde vai decorrer a partida.

Os jogadores do Ferroviário de Maputo dizem que os bons resultados conseguidos no campeonato nacional de futebol elevam os índices de confiança do grupo, pelo que acreditam que irão conseguir uma vitória.

“A equipa está muito motivada, até porque estamos a atravessar uma boa fase. É uma outra competição, mas o foco continua o mesmo. Queremos conquistar a Taca de Moçambique”, começou por dizer o médio Paulo, do Ferroviário de Maputo, para depois prosseguir “Estamos todos unidos, todos no mesmo barco, e isso é visível através dos resultados alcançados a cada semana, o que beneficia o grupo e o clube Ferroviário de Maputo”.

As palavras de Paulo são suportadas pelo seu colega Chaquila, que considera que “a primeira palavra de ordem é a vitória, independentemente dos antecedentes havidos com o Maxaquene”.

Chaquila deixou claro ainda que estão motivados para jogar, pois ocupam actualmente o primeiro lugar da tabela classificativa, no campeonato nacional de futebol, o Moçambola 2018, facto que lhes dá forças para pensarem que podemos lutar também pela Taça”.

Por sua vez, Nelson Santos, treinador desta colectividade, olha para o Maxaquene como um adversário que merece respeito, mas isso não significa abdicar de um bom resultado e seguir em frente na Taça de Moçambique.

“Sabemos que o Maxaquene vai entrar na partida para ganhar, porque esta é uma prova de bastante prestígio, é uma taça que ambas as equipas que estão a participar querem vencer. Porquanto não será fácil, porque ambas as equipas querem conquistar. Nós não queremos ser eliminados precocemente, por isso vamos dar duro jogo a jogo”, disse.

Esta época o Ferroviário de Maputo e o Maxaquene defrontaram-se três vezes. No Moçambola os “tricolores” venceram os “locomotivas” por 3-1. No confronto de atribuição do terceiro lugar do Torneio Mavila Boy, os treinados de Nelson Santos venceram por 6-5. Mas, antes e a contar para a fase de grupos dessa mesma competição, o Ferroviário de Maputo derrotou o Maxaquene por duas bolas sem resposta.


 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique