Maduro acusa ONU de não prestar ajuda prometida à Venezuela

Maduro acusa ONU de não prestar ajuda prometida à Venezuela

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acusa a Organização das Nações Unidas (ONU) de não prestar ajuda prometida ao seu país.

"Prometeram vilas e castelos, uma suposta ajuda humanitária, e nem um copo de água chegou", disse Nicolás Maduro.

No entanto, Maduro agradeceu a cooperação que mantêm com hospitais venezuelanos a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização Pan-americana da Saúde (OPS), que fazem parte do sistema internacional da ONU.

Nicolás Maduro explicou que o seu Governo esforça-se constantemente para garantir saúde aos venezuelanos, "de qualidade, pública e universal".

Por outro lado, voltou a acusar os Estados Unidos de estarem a estrangular economicamente a Venezuela e de bloquearem os recursos do país com sanções unilaterais.

"Apesar de toda essa guerra económica e sanções, não temos deixado de investir os dólares que temos, os euros, os petros (criptomoeda venezuelana) e os iuanes, em equipamentos da mais alta tecnologia mundial, para fazê-la chegar ao povo, sem discriminação de nenhum tipo", disse.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique