Mais de 150 famílias deixam de consumir água de poços em Inhambane

Mais de 150 famílias deixam de consumir água de poços em Inhambane

Ter acesso a água potável ainda é um bicho de sete cabeças para muitas famílias em Inhambane. Em muitos casos, poços a céu aberto são a única saída. Graças  a abertura de furos de água com reservatório, mais de 150 famílias vão deixar de consumir água de poços nos distritos de Maxixe e Morrumbene.

“Abrimos covas aqui é encontramos água, depois alguém nos ajudou e colocou anilhas para fazer poço. É o único meio que existe para termos água porque ainda não temos torneiras”, disse Joaquina Guilamba, residente de Maxixe.

A situação é preocupante, porque não raras vezes, pessoas de má fé deitam objectos estranhos nos poços contaminando a água.
 
O edil da Cidade da Maxixe, Fernando Bambo, reconhece o problema mas diz que a edilidade trabalha para reverter o cenário.

“Ainda há zonas em que se usa sistemas tradicionais como poços a céu aberto, entendemos que o consumo desta água periga a vida da população. Estamos empenhados em colocar furos e sistemas de água para que a comunidade tenha água saudável”, explicou o edil

A comunidade muçulmana juntou-se a iniciativa da edilidade de Maxixe e fez a entrega de três furos de água com reservatórios, com capacidade para dar água potável a mais de 150 famílias nos distritos de Maxixe e Morrumbene.
 
A comunidade muçulmana diz que tem em manga outras intervenções na província de Inhambane, com vista a mitigar alguns problemas vividos pelas comunidades.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique