Mais de 400 mães doaram leite a 21 bebés no HCM

Mais de 400 mães doaram leite a 21 bebés no HCM

Vinte e um bebés cujas progenitoras não podem amamentá-los por diversos motivos receberam leite de 458 mães no Banco de Leite Humano no Hospital Central de Maputo (HCM).

Aberto em Outubro do ano passado, o Banco de Leite Humano colectou 30 litros, disse Sónia Bandeira, directora daquele serviço do maior hospital do país, nas celebrações do Dia Mundial de Doação de Leite Humano, ontem.

O Banco de Leite Humano é especializado na colecta, processamento e distribuição do leite e tem-se revelado uma verdadeira estratégia na redução de mortes de bebés prematuros, avançou Sónia Bandeira.
A interlocutora explicou que “a prematuridade foi sempre a primeira causa de morte” de bebés em Moçambique mas com a entrada em funcionamento daquele serviço verificou-se que “há mais prematuros a sobreviver. Isso é encorajador”.

Nas comemorações do Dia Mundial de Doação de Leite Humano, “O País” ouviu depoimentos de duas mães, das quais uma sem condições de amamentar o seu filho, que nasceu com baixo peso, e outra com leite suficiente para amamentar o seu e outros bebés.

“Nós mães de bebés prematuros sabemos muito bem o que é nascer um filho e não poder amamentá-lo. E uma experiência dolorosa e triste. O banco de leite trouxe esperança de vida aos nossos bebés”, desabafou Isabel Naife.

“Quando tive bebé tinha muito leite e o meu filho chupava pouco, então procurei estes serviços e venho todos dias doar entre 100 a 200 mil litros. Sinto-me feliz saber que estou a salvar vidas de muitos bebés”, comentou Maria Flora, doadora voluntaria.

O Banco de Leite Humano conta com brigadas de colectas móveis nos centros de saúde de Xipamanine, da Polana Caniço, do Zimpeto e Bagamoyo.


 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique