Mais de 51 mil combatentes já receberam pensões

Mais de 51 mil combatentes já receberam pensões

Pelo menos 51.187 combatentes da luta de libertação nacional e da defesa de soberania e democracia receberam pensões nos últimos quatro anos. A informação foi avançada pelo ministro dos Combatentes, ontem, em Maputo.

Quadros do Ministério dos Combatentes, representantes do Ministério da Defesa Nacional e alguns veteranos da luta de libertação nacional e de defesa pela soberania e democracia estão reunidos desde esta quarta-feira, na capital do país, no décimo Conselho Coordenador do Ministério dos Combatentes.

O evento realiza-se a escassos dias do fim do mandato do actual Governo. Por isso, no seu discurso de abertura, Eusébio Lombo, ministro dos Combatentes, fez um balanço preliminar do Programa Quinquenal do Governo, tendo destacado o pagamento de pensões, como uma das conquistas do sector que dirige.

“Fixados 51.187 pensões, sendo 30.937 para veteranos da luta de libertação nacional e 15.262 combatentes da defesa da soberania e democracia e 5.088 da sobrevivência”, referiu o governante.  

Ainda assim, Eusébio Lombo reconhece que ainda persistem vários desafios com destaque para a garantia de assistência médica a todos combatentes.

“Temos também a tramitação de documentação para a fixação de pensões e a prestação de assistência médica e medicamentosa, bolsas de estudo, o projecto dos combatentes e a construção da casa aos combatentes como deficiência”

O Conselho Coordenador tem a duração de dois dias e decorre sob o lema Ministério dos Combatentes pela promoção dos direitos do combatente inspirado nos ideais de Eduardo Mondlane.


 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique