Mais de 80 pessoas dão entrada no hospital por intoxicação alimentar em Inharrime

Mais de 80 pessoas dão entrada no hospital por intoxicação alimentar em Inharrime

Pelo menos 87 pessoas deram entrada no Hospital Distrital de Inharrime, em Inhambane, vítimas de intoxicação alimentar, confirmaram as autoridades de saúde.

No pátio do Centro de Saúde de Inharrime, viam-se homens, mulheres e crianças, todos com os mesmos sintomas: vómitos e diarreias, depois de comerem e beberem numa cerimónia de deposição de flores no povoado de Mucumbine, naquele distrito.

As vítimas começaram a dar entrada na noite de sábado, todas com os mesmos sintomas e revelaram ao “O Pais" que tudo começou após se alimentarem naquela cerimónia. Aliás, de início parecia um episódio isolado, mas depois o número de pessoas com os mesmos sintomas aumentou e foi necessário acionar as autoridades de saúde.
 
Entre as vítimas, há quem suspeite que o arroz seja o causador da intoxicação, uma vez que todos comeram aquele cereal, diferente de outros tal é o caso de feijão, carne de vaca e de cabrito, ou mesmo de Maheu que nem todos consumiram.

Na unidade sanitária de Inharrrime são mais de 87 pessoas que deram entrada. Destas, 41 tiveram alta até às 12h00 domingo e as restantes 46 permaneciam internadas. Entre as vítimas estão sete crianças e um adulto em estado grave.

As autoridades de saúde colocam de longe a possibilidade de óbitos, uma vez que 24 horas depois do sucedido, os pacientes mantinham o estado clínico e outros até apresentavam melhorias.

Entretanto, o Centro de Saúde de Inharrime ainda não sabe o que de facto teria causado a intoxicação. Mas no local foram recolhidas amostras de todos alimentos confeccionamos e posteriormente consumidos para análises em laboratório.

O episódio fez com que o Centro de Saúde de Inharrime registasse momentos jamais vistos, uma vez que os 87 pacientes que deram entrada na unidade sanitária estão muito além da real capacidade. Foi mobilizado todo o pessoal médico disponível e os pacientes tiveram que ser colocados na varanda do hospital para efeitos de atendimento.

Aliás, Inharrime teve de socorrer-se do distrito de Jangamo solicitou uma tenda para acomodar e isolar os doentes com diarreias e vómitos.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique