Maputo já tem casa para acolher vítimas de violência doméstica

Maputo já tem casa para acolher vítimas de violência doméstica

A população do distrito de Manhiça dispõe desde este sábado de uma casa de acolhimento de pessoas vítimas de violência doméstica.

A casa de acolhimento de pessoas vítimas de violência doméstica localiza-se no posto administrativo de Maluana, distrito de Manhiça, província de Maputo. Pretende-se com a iniciativa, da Associação Moçambicana de Mulheres de Carreira Jurídica, dar assistência jurídica às vítimas de violência da zona sul do país.

De Janeiro a Setembro de 2016, só na cidade de Maputo, foram registados 702 casos de violência doméstica, número que em igual período de 2017 baixou para 521, mas os números continuam a preocupar as mulheres de carreira jurídica e o Ministério da Mulher, Criança e Acção Social, que admitiu que a casa será de grande utilidade, na medida em que as vítimas já têm para onde refugiar-se diante da violência.

Sem avançar com números, o director do serviço distrital de saúde, mulher e acção social reconheceu ser recorrente a existência de casos de violência doméstica.

Para a população do distrito de Manhiça, em Maputo, a criação da casa de acolhimento de pessoas vítimas de violência doméstica representa um grande marco rumo a erradicação do mal.

Esta é a primeira infra-estrutura do género no país e foi erguida pela Associação Moçambicana de Mulheres de Carreira jurídica com ajuda do governo do Reino da Dinamarca.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique