MDM divulga cabeças de lista, com excepção da cidade de Maputo

MDM divulga cabeças de lista, com excepção da cidade de Maputo

A Comissão Política do MDM anunciou, esta segunda-feira, os nomes dos seus membros que serão cabeças de lista em 52 dos 53 municípios do país, nas eleições autárquicas de 10 Outubro próximo, com excepção da cidade de Maputo.

De acordo com Luís Boavida, porta-voz da Comissão Política, da segunda sessão ordinária do MDM que vinha decorrendo desde a última segunda-feira na Beira, com objectivo central e homologar os cabeças de lista, Daviz Simango, por sinal presidente deste partido, foi confirmado para município da Beira. Em Quelimane Manuel de Araújo foi homologado. No muncípio de Gurué, o actual presidente, Orlando Janeiro, é igualmente o cabeça de lista. 

Em relação aos outros municípios, Boavida começou por garantir que parte significativa dos candidatos por este partido nas eleições autárquicas de 2013, serão os cabeças de lista, tais como os casos de Mueda, Chiure, Pemba, Cuamba, Milange, Marromeu, Gorongosa,Tete, Chimoio, Maxixe, Xai-xai e Matola.  

Entretanto, há casos onde os cabeças de lista não foram candidatos em 2013, como é o caso de Lichinga, Mandimba, Nampula, Nacala Porto, Ilha de Moçambique, Maganja da Costa, Gondola, Catandica, Macia, Chibuto e Manhiça.

Para a cidade de Maputo, Venâncio Mondlane distanciou-se da indicação efectuada pelos membros do MDM para ser cabeça de lista, e indicou claramente que vai dissociar-se deste partido.

“Foi uma situcação que surpreendeu os nossos membros, tendo em conta que antes e durante o congresso do partido, que teve lugar em Dezembro do ano passado, em Nampula, o companheiro Mondlane sempre mostrou-se disponível a colaborar com a confiança que os membros depositavam nele, na altura como candidato para Maputo. Agora ao ser indicado como cabeça de lista, ele distanciou-se de forma surpreendente. Estamos à espera que ele formalize o seu posicionamento para o partido tomar o posicionamento oficial”.

O País está na posse de uma informação que dá conta que o cabeça de lista da cidade de Tete, o deputado Ricardo Tomás, terá submetido a sua carta de renúncia como membro deste partido nesta segunda-feira.  

“Não temos conhecimento. O que sabemos é que ele é o nosso cabeça de lista no município de Tete”- explicou Luís Boavida.

Crise no MDM?

A Comissão Política do MDM garantiu, no final da sua segunda sessão ordinária que não há crise no seio desta formação política, dado o recente posicionamento do deputado Venâncio Mondlane, quando foi indicado como cabeça de lista em Maputo e anúncio da renúncia de António Frangoulis, deste partido.

Para Luís Boavida, que falava no final da reunião da segunda sessão da comissão política, o posicionamento de Venâncio Mondlane e António Frangoulis tem a ver com o facto de não terem alcançados cargos do topo de chefia.   

“Venâncio Mondlane e António Frangoulis ascenderam a altos cargos no MDM em tempo recorde. Ficaram convencidos que eram as estrelas do partido e já sonhavam com altos cargos no MDM, como o cargo de Secretário-geral e membros de Comissão Política. Mas há estatutos no seio do partido e alguns dos cargos que ambicionavam passam por eleições. Houve antes votação de novas directrizes. Os dois votaram estas directrizes e concorreram para alguns cargos e não conseguiram votos suficientes. Na altura, para eles, havia democracia no MDM. Como não alcancaram os seus objectivos, então já não há democracia no MDM. Triste. Que oficializem os seus posicionamentos. Tomaremos o nosso posicionamento e desejamos sucessos nas suas novas aventuras. Não passam de aventureiros políticos e ambiciosos. O tempo dirá com quem estamos a lidar”.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique