Migrantes africanos manifestam-se contra actuação da Polícia em Lisboa

Migrantes africanos manifestam-se contra actuação da Polícia em Lisboa

A actuação violenta da Polícia contra imigrantes africanos no bairro da Jamaica está a causar descontentamento entre a população negra residente em Portugal. Quatro pessoas foram detidas ontem em confrontos com a Polícia, depois de uma manifestação na avenida da Liberdade, no centro de Lisboa. Não há registo de moçambicanos entre os manifestantes.

A polémica iniciou com um cenário de violência policial, registado por um vídeo amador, domingo de manhã no bairro da Jamaica, no distrito de Setúbal, em Portugal.

As cenas de violência não terminam nas imagens do vídeo de dois minutos. Na gravação são ainda audíveis acusações de racismo, ao mesmo tempo que se vê alguns agentes a agredir moradores aparentemente sem justificação.

Um jovem terá atingido o polícia com uma pedra e acabou por ser o único detido. Duas mulheres foram feridas durante o confronto. O jornal de notícias escreveu que “Polícia e cinco moradores foram detidos em desacato no bairro da Jamaica”.

No fim da tarde desta segunda-feira, moradores daquele bairro deslocaram-se para Lisboa, onde percorreram algumas vias da cidade protestando contra violência policial e racismo.

Quando os manifestantes chegaram à avenida da Liberdade, uma das mais movimentadas de Lisboa, começaram mais uma vez os confrontos com a Polícia, que resultaram na detenção de quatro pessoas.

Até ao momento não há registo de moçambicanos entre os manifestantes. Contactada telefonicamente pela nossa reportagem, uma moçambicana residente em Lisboa comentou a situação.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique