Milhares de crianças poderão ser afectadas por desnutrição aguda este ano

Milhares de crianças poderão ser afectadas por desnutrição aguda este ano

Inúmeras famílias, em Maputo, não têm tido três refeições por dia e apontam falta de condições como a causa. Um outro problema é a não diversificação na alimentação, factores que concorrem para distúrbios nutricionais.

A Comunidade de Países da África Austral (SADC) publicou um relatório a alertar para possível desnutrição aguda este ano, em milhares de crianças na região, situação que poderá ser originada pelas medidas de confinamento face ao coronavírus.

No documento, a SADC aponta que as medidas tomadas pelos Estados-membros afectam milhões de agregados familiares e dificultam o acesso a alimentos diversos. E num dos países em que a situação poderá ser pior, de acordo com o relatório, é Moçambique. E não é para menos. Na capital do país, por exemplo, que igualmente é a maior cidade do país, há gente que não consegue ter três refeições por dia e a dieta tem sido um enorme desafio.

Não é apenas Mãezinha com uma vida difícil. Lúcia Massango, de 22 anos de idade, mãe da pequena Sia, também vive com seus pais. E providenciar alimentação para a pequena menina tem sido seu suor de cada dia.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique