Militares invadem rádio e anunciam golpe de Estado no Gabão

Militares invadem rádio e anunciam golpe de Estado no Gabão

Um grupo de militares invadiu a rádio pública do Gabão para anunciar um golpe de Estado para restaurar a democracia do país. O presidente gabonês, Ali Bongo, está fora do país. Governo garante que está tudo sob controlo, escreve a DW.

De acordo com a notícia publicada no site de notícias DW, ouviram-se tiros junto à sede da televisão estatal e, na rádio, um grupo de oficiais apelou à criação de um "conselho nacional da restauração".

"Se estão a comer, parem. Se estão a beber, parem. Se estão a dormir, acordem. Acordem os vizinhos… Ergam-se e tomem o controlo das ruas", afirmaram os militares. Os golpistas pediram ainda à população para ocupar edifícios públicos e os aeroportos do país.

A internet foi cortada. Nas imediações da rádio estatal, soldados leais ao Governo dispararam gás lacrimogêneo para dispersar 300 pessoas que tinham ido para as ruas, em apoio aos golpistas, contou uma testemunha à agência de notícias Reuters.

De acordo com o porta-voz do Governo, Guy-Bertrand Mapangou, dos cinco militares que assumiram o controlo da televisão e rádio estatais, quatro foram detidos e um está em foga, que o líder dos golpistas, tenente Kelly Ondo Obiang.

Os militares disseram estar insatisfeitos com a governação do Presidente, e que, no seu discurso do final de ano aumentou as dúvidas sobre a capacidade de continuar a desempenhar as suas responsabilidades.

Ali Bongo está no poder desde 2009.
 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique