Ministro colombiano demite-se depois de ser acusado de ocultar morte de menores

Ministro colombiano demite-se depois de ser acusado de ocultar morte de menores

O ministro da defesa colombiano, Guillermo Botero, apresentou sua carta de demissão depois de ter sido acusado de ocultar a morte de oito menores numa operação militar.

Na carta enviada ao Presidente da Colômbia, Ivan Duque, Guillermo Botero afirmou que as actuais "circunstâncias políticas" o obrigaram a apresentar a demissão, lembrando ainda os êxitos alcançados no combate ao crime.
                                                 
Na terça-feira, durante um debate de uma moção de censura contra Botero, o senador do Partido da Unidade Nacional Roy Barreras acusou o responsável de ter ocultado uma operação militar durante a qual "crianças foram bombardeadas".

"Estou convencido de que o ministro ocultou informações não apenas dos colombianos, mas do Presidente", declarou o senador Roy Barreras.

Botero era já alvo de críticas crescentes devido aos vários incidentes na campanha do Governo contra grupos armados dissidentes.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique