Moçambique não regista casos novos de COVID-19

Moçambique não regista casos novos de COVID-19

Continuam 10 casos registados de COVID-19 no país. De ontem para hoje, foram feitos 57 testes e todos deram negativo. No mundo fora, as mortes e infecções continuam a testar a capacidade de lidar com esta pandemia

No global, já foram testados em Moçambique 424 casos suspeitos desde que a pandemia começou. Para já, há 33 amostras recolhidas em Cabo Delgado, dos contactos tidos com um dos 10 infectados que esteve naquele ponto a trabalho. Os resultados serão conhecidos amanhã. As autoridades da saúde esperam que até sexta-feira seja conhecido o estado de todas as pessoas com o infectado em alusão manteve contacto.

Enquanto isso, no global há 124 pessoas a serem acompanhadas por terem mantido contacto com todos os 10 infectados.

“Dos 139 contactos que estavam em seguimento, 15 já cumpriram os 14 dias de quarentena e não desenvolveram nenhuma sintomatologia. Portanto, actualmente contamos com 124 contactos em acompanhamento”, explica Rosa Marlene, directora Nacional de Saúde Pública.

Enquanto em Moçambique os números são estáticos, África e o mundo continuam a ser palcos de mortes e novas infecções.

“Até as 09horas de hoje, foram registados 1 348 404 casos. Deste número, 73 437 casos foram registados nas últimas 24 horas. O total de óbitos é de 74 795”, detalha, para depois explicar que do global de infectados há 286 512 recuperados da COVID-19.

“No nosso continente tinha sido registados um total de 10 075 casos, com 487 óbitos”. Dos casos registados em África há 913 pessoas recuperadas da doença.

E a grande discussão agora em relação ao uso de máscaras, tema que não encontra consenso a nível mundial.

A Direcção Nacional de Saúde Pública diz que em momento oportuno o Governo se vai pronunciar sobre o tema.

 

25 Detidos por violar Estado de Emergência

O decreto sobre o Estado de Emergência manda encerrar todas as barracas e bares de venda de bebidas alcoólicas, mas há quem ainda pauta pela desobediência.

Por isso, 1578 estabelecimentos comerciais foram encerrados, com destaque para as barracas e os bares.

Pessoas em conexão com esta desobediência agora estão nas celas. São ao todo 25. Para evitar que estas pessoas levem, possivelmente, a COVID-19 para as cadeias moçambicanas, Orlando Mudumane, porta-voz da PRM, avança que são seguidas todas as medidas de higienização dos detidos.

Viaturas, motorizadas e bicicletas foram também apreendidas por continuarem a transportar pessoas de forma que propicie a transmissão de COVID-19.

Enquanto isso, a necessidade de sensibilização é cada vez maior. Roy Tembe, director Nacional da Juventude, avança que foram formados 600 voluntários para actividades de sensibilização.

Estas informações foram partilhadas na conferência de imprensa conjunta do Ministério da Saúde, Polícia, INAE e Direcção Nacional da Juventude.

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique