Moçambique regista primeiro óbito e mais 15 casos positivos da COVID-19

Moçambique regista primeiro óbito e mais 15 casos positivos da COVID-19

Uma criança de 13 anos de idade morreu vítima do Coronavírus, na cidade de Nampula, anunciou hoje a directora nacional de Saúde Pública, Rosa Marlene. Houve também mais 15 infecções, em 24 horas, o que eleva o número de pessoas com a doença para 209. E mais 20 pacientes recuperaram.

 

De acordo Rosa Marlene, a amostra da criança que perdeu a vida foi colhida no dia 20 de Maio, em Nampula, quando ela se apresentou a uma unidade sanitária para controlo e os profissionais de saúde detectaram que ela padecia de febre e tosse.

A vítima era seguida nos serviços de saúde daquele ponto do país por causa de outras doenças que a apoquentavam em simultâneo. “O seu último internamento”, devido às referidas enfermidades, aconteceu “há cerca de três meses”.

Nas últimas 48 horas foram abrangidas 331 pessoas, das quais “11 de Cabo Delgado, 27 em Nampula, 13 na Zambezia, 39 em Tete, 18 de Sofala, 80 em Gaza, 26 na província de Maputo e 117 na cidade de Maputo”, disse Rosa Marlene. 

As 15 novas infecções anunciadas esta segunda-feira, pelo Ministério da Saúde, resultam da vigilância activa e do rastreio de rotina nos hospitais. São “todos indivíduos de nacionalidade moçambicana”.

Pior, oito (53%) dos 15 casos diagnosticados positivo “são crianças menores de 15 anos de idade”, segundo a directora nacional de Saúde Pública. Rosa Marlene explicou igualmente que cinco pacientes não têm sintomas da doença e outros 10 apresentam sintomas leves a moderadas.

Rosa Marlene contou também que cinco pacientes são de Palma, província de Cabo Delgado. Quatro, sendo dois meninos e duas meninas, têm idades que variam de cinco a 14 anos. Outro, também do sexo masculino, está na faixa etária de 15 a 24 anos.

Na cidade de Nampula, província com o mesmo nome, “temos um indivíduo do sexo feminino, menor de cinco anos”, e outras duas crianças com idades compreendidas entre cinco e 14 anos. 

Distrito de Changara, em Tete, foi diagnosticada uma cidadã com idade que varia de 15 a 24 anos.

A directora nacional de Saúde Pública disse também que houve mais dois casos positivos, de ambos sexos, na cidade da Beira, em Sofala. Um está na faixa etária de 15-24 anos e outro de cinco a 14 anos. 

“Distrito de Mandlakaze, província de Gaza, temos um indivíduo do sexo feminino, acima de 60 anos de idade”, e outro “do sexo masculino, na faixa etária de 15-24 anos. Ambos são contacto de caso positivo de um cidadão regressado da África de Sul”, disse Rosa Marlene, à comunicação social.

A interlocutora fez saber ainda que na cidade de Matola, província de Maputo, há uma criança de cinco anos também diagnosticada com a COVID-19.

Na cidade de Maputo foram detectados dois casos, sendo uma criança igualmente de cinco anos e um jovem na faixa etária de 15 a 24 anos.

Até ontem, em Moçambique tinham sido testados, cumulativamente, 8.796 casos suspeitos.

Assim, nas estatísticas, para o dia 25 de Maio, o país conta com 71 pacientes recuperados da COVID-19 e um óbito. Dos 209 casos positivos da COVID-19, 183 são de transmissão local e 26 importados.

Ainda ontem, o Ministério da Saúde disse que foram rastreadas 767.420 pessoas, das quais 15.258 submetidas à quarentena domiciliária e outras 1.772 continuam em quarentena.

UM DOS DOENTES INTERNADOS RECEBE ALTA MÉDICA

Relativamente ao paciente internado, há dias, na cidade de Maputo, Rosa Marlene disse que a causa foi não a COVID-19. O doente “teve uma boa evolução, sem sintomatologia respiratória” e a após avaliação feita na manhã de hoje ele teve alta médica, devendo permanecer em isolamento em casa.

Outro cidadão está hospitalizado na província de Inhambane. De acordo com a directora nacional de Saúde Pública, o cidadão “apresenta sintomas ligeiros, está estável, sem febre nas últimas 48 horas e o estado geral é satisfatório”.

Em relação aos pacientes curados da COVID-19, oito são de nacionalidade moçambicana e os restantes são estrangeiros”.  

Rosa Marlene explicou que os cidadãos que venceram a doença fazem parte dos casos detectados em Afungi, no distrito de Palma. “Todos indivíduos são do sexo masculino” e deles constam “cinco na faixa etária de 25 a 34 anos, sete de 35 a 44 anos”, igual número com idades que variam de 45 a 59 anos e um acima de 60 anos.

Na comunicação desta segunda-feira à imprensa, a directora nacional de Saúde Pública insistiu na necessidade do cumprimento das medidas de prevenção e combate ao novo Coronavírus, tais como ficar em casa, lavar sempre as mãos com água e sabão ou cinza ou usar desinfectante, usar máscara de protecção do nariz e da boca sempre que sair de casa.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique