Moçambique vai criar 25 centros comunitários de internet

Moçambique vai criar 25 centros comunitários de internet

Apenas 7 por cento da população moçambicana tem acesso a internet. A informação foi partilhada esta quarta-feira, na quarta edição do Maputo Internet Fórum.

Falando na abertura do evento, o ministro da Ciência e Tecnologia, Jorge Nhambiu, disse que até 2019 serão criados mais 25 centros comunitários de acesso à internet.

O evento que junta governantes, empresas privadas, sociedade civil, activistas de direito à informação acontece numa altura em que 93 por cento da população moçambicana não acede a internet.

Segundo o ministro da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico profissional até o próximo ano a situação vai melhorar.

Na ocasião, Orlando Quilambo, reitor da Universidade Eduardo Mondlane (UEM) fez saber que nos próximos cinco anos, a UEM vai reforçar a sua capacidade de acesso as tecnologias de informação e comunicação, sendo que alguns passos já começaram a ser dados.

O evento é organizado pela OXFAM, cujo a representante, Augusto Uamusse espera que do Fórum encontrem-se caminhos que levem a internet a cada vez mais moçambicanos.

Além de apresentações e debates, o Maputo Internet Fórum conta com uma exposição, onde são apresentadas iniciativas de inclusão digital.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique