Moçambola é para matrecos?

Diágolo captado numa tarde de jogo-grande na Rússia...
- O penálti contra a Colômbia foi justo? Não sabes? Não acompanhas o Mundial? Então és matreco!
A resposta/provocação: e quem vai vencer o Moçambola?
- Isso é Terceira Divisão. Não perco o meu tempo. Prefiro atacar as médias, relaxadamente!
Esta troca de mimos aconteceu durante a prova-maior do futebol mundial e na essência replicou-se pelo país, o que simboliza o quanto o Mundial fez arrefecer nos moçambicanos, o já interesse reduzido no nosso Moçambola.

Em cima do muro é mais cómodo 
Se este sentimento prevalecesse apenas entre os madalas, os tais que “já fizeram a sua parte”, talvez merecesse alguma margem de tolerância. 
Mas o que torna difícil de entender é que é entre jovens, os tais a quem competeria mostrar aos compatriotas “da 3.a divisão”, que com eles em campo atingiríamos o estatuto de Messi e Ronaldo - como em tempos fizeram Eusebio, Coluna e outros - quem coloca acento tónico neste posicionamento.
Pois bem. O país e o mundo sairiam a ganhar bem mais com acções, do que com críticas “em cima do muro”. Aos desportistas no geral e à juventude em particular, o passar das intenções à prática, só poderia conferir mais saúde e prosperidade individual e colectiva.
E porque não? Porém, se os craques do sofá e da TV não se sentem com talento para tal, no mínimo não reduzam a pó as intenções e acções dos que têm o atrevimento de corporizar a nossa pobreza.

Como viver na aldeia global 

É bom, muito bom mesmo que em tempo de festa global do desporto-rei, todos nos sintamos parte dela. Se mais não seja, porque marcamos presença através dos representantes do Continente africano de que fazemos parte.
O que é, então, que nos diferencia da maior parte dos países que se sentem na fase final do Mundial, sem lá terem a sua selecção?
É a forma como lá fora, a festa-maior, longe de eliminar o fervor interno, o galvaniza, fazendo redobrar esforços para alcançar presenças em fases finais de competições futuras! É, na realidade, uma “diferençazinha”... mas que faz toda a diferença


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique