Moçambola pode parar a partir da 7ª jornada

Moçambola pode parar a partir da 7ª jornada

O campeonato nacional de futebol, Moçambola, pode sofrer uma paragem por tempo indeterminado a partir da sétima jornada, segundo avançou hoje a Liga Moçambicana de Futebol em conferência de imprensa.

De acordo com Ananias Couana, presidente da LMF, a paragem deve-se a problemas logísticos no transporte aéreo.

Segundo avançou o presidente desta agremiação que gere o Moçambola, as Linhas Áreas de Moçambique exigem o pagamento da taxa bonificada de mais de 33 milhões que meticais, valor este que a Liga não está em condições de pagar.

A sexta jornada será amputada. Haverá somente os jogos realizados por equipas que fazem deslocações via terrestre. Assim, as partidas Maxaquene-Textáfrica, Liga Desportiva de Maputo-Desportivo de Nacala, UP de Manica-Ferroviário de Maputo, União Desportiva de Songo-Costa do Sol e Incomáti de Xinavane-Ferroviário de Nampula ficam sem efeito. Mantêm-se os jogos entre ENH de Vilankulo-Chibuto, 1º de Maio-Ferroviário da Beira e Sporting de Nampula-Ferroviário de Nacala.

Para ultrapassar o problema, a Liga diz que submeteu documentos ao Governo, para que este intervenha de modo que o gestor do Moçambola tenha isenção da taxa.

Ananias Couana afirmou na conferência de imprensa que antes do arranque do Moçambola 2018 já se previa este cenário.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique