Moments of Jazz traz Dire Straits Experience a Maputo 

Moments of Jazz traz Dire Straits Experience a Maputo 

Chamam-se, agora, Dire Straits Experience e são liderados por Chris White e Terence Reis, este natural de Lourenço Marques (Maputo). A banda britânica que tocou corações de muitos moçambicanos nas décadas 80 e 90 vem à capital do país para dois concertos, nos dias 11 e 12 de Outubro. O primeiro será numa gala no Salão Multiuso do Centro Internacional de Conferências Joaquim Chissano, às 20h, e, o segundo, no Campus da Universidade Eduardo Mondlane, às 19h. 

Na cidade de Maputo, Dire Straits Experience vai aterrar quatro dias depois de um concerto na Filândia, e, na capital moçambicana, a actuação terá 90 minutos dedicados aos sucessos do passado da banda, entre os quais as músicas “Brothers in arms”, "Sultans of Swing", "Lady Writer", "Your Latest Trick", "Romeo and Juliet", "Why Worry", "So Far Away", "Money for Nothing", "Walk of Life" e "Tunnel of Love". 

AO contrário do concerto inaugural, o do dia 12 contará com a presença dos músicos nacionais Mingas, Stewart Sukuma e Banda Kakana.

Para a organização do espectáculo, trazer Dire Straits Experience constitui uma oportunidade que não deviam desperdiçar. “Esta será a primeira vez que vamos apostar no ritmo. Quando soubemos que haviam condições para os convidar a vir actuar em Moçambique, logo que foi possível agarramos a oportunidade porque sabemos que com a vinda deles vamos proporcionar momentos incríveis aos apreciadores da boa música deles”, afirmou Belmiro Quive da BDQ Concertos, sublinhando que da banda não vem Mark Knofler porque desintegrou-se para levar uma carreira a solo há mais de duas décadas. Os restantes membros de Dire Straits Experience estarão na cidade das acácias para um concerto inesquecível. Garante. E Quive não fica por aí. Confessou que para sua equipa é uma honra poder produzir o espectáculo para um público que tanto precisa de bons concertos. Por isso mesmo, comprometemo-nos em seguir a linhagem qualitativa da sua produtora. 

Porque a vinda de Dire Straits Experience suscita novidade, uma das que a BDQ preparou para o concerto de gala no Salão Multiuso do Centro Internacional de Conferências Joaquim Chissano tem que ver com o facto de: “Pela primeira vez, teremos sistema de reserva de lugares, na gala, e quem comprar os ingressos mais cedo, vai assistir ao espectáculo a partir de lugares privilegiados. Agora, no dia 12, quem comprar mais cedo terá melhores descontos”.

Inicialmente, a BDQ Concertos queria trazer Michael Bolton, este ano. Entretanto, o espectáculo deste músico fica adiado para o primeiro trimestre de 2020. De acordo com uma nota da organização do espectáculo, “o adiamento resulta do facto de ter registado uma grande pressão pública para a realização de um segundo espectáculo mais acessível como é apanágio da produtora”. Além disso, questões de agenda e aspectos técnicos ditaram o adiamento do espectáculo para próximo ano.

Enquanto não chega a vez de Michael Bolton, Dire Straits Experience virá a Maputo depois de uma digressão com mais de 45 espetáculos na Europa.  


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique