Morreu arquitecto da pirâmide do Louvre

Morreu arquitecto da pirâmide do Louvre

Morreu Ieoh Ming Pei, o arquitecto que projectou a pirâmide do Louvre, em Paris. Segundo a família, citada pela Euronews, o arquiteto chinês, que residia nos Estados Unidos da América desde os 18 anos, morreu ontem, quinta-feira, aos 102 anos, em Nova Iorque.

Pei nasceu em Guangzhou, foi criado em Hong Kong e Xangai, mas em 1935 deixou a Ásia e mudou-se para os Estados Unidos, onde esteve na escola de arquitectura da Universidade da Pensilvânia e, posteriormente, pediu transferência para o Instituto de Tecnologia de Massachusetts. Depois deste percurso, o arquitecto continuou os estudos e entrou na Universidade de Harvard. Em 1948, Pei foi contratado por William Zeckendorf, entrando assim no negócio imobiliário de Nova Iorque.

Sete anos depois, seguiu seu próprio caminho e fundou a empresa independente de design IM Pei & Associates. O arquitecto desenhou quase 50 projectos a nível mundial, muitos dos quais acabaram premiados. Em 1983, Pei venceu o Prémio Pritzker — o Nobel da Arquitectura.

Ao longo da carreira, Ieoh Ming Pei recebeu vários prémios onde se inclui o "Praemium Imperiale" e o Prémio Pritzker, considerado como o Prémio Nobel da Arquitectura.

Ieoh Ming Pei era um dos arquitectos mais respeitados do mundo. Além da sua obra mais conhecida, a pirâmide de vidro do Louvre, em Paris, Pei projectou outros edifícios importantes em todo o mundo como, por exemplo, o Museu de Arte Islâmica, no Qatar, o Museu do Rock an Roll, em Cleveland, no estado norte-americano do Ohio, ou o Banco da China, em Hong Kong.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique