Nyusi inaugura na Beira primeiro hospital especializado em saúde materno infantil

Nyusi inaugura na Beira primeiro hospital especializado em saúde materno infantil

O presidente da República, Filipe Nyusi, inaugurou na passada sexta-feira na cidade da Beira o primeiro hospital especializado no atendimento a saúde materno infantil. É a primeira infra-estrutura de saúde com estas características no país.

Trata-se de uma inovação do sector de saúde que dependendo das lições que forem tiradas do mesmo, o modelo poderá ser expandido para outros pontos do país.

A intenção do sector de saúde, é garantir que a semelhança de outras urbes do país, a cidade da Beira possa ter unidades que aliviem a pressão sobre o Hospital Central da Beira, que tem estado congestionado.

O hospital da Mulher 24 de Julho tem uma capacidade instalada de mais de 100 camas, mas devido as imposições do novo Coronavírus, nomeadamente o distanciamento social, neste momento estão instaladas apenas 60 camas.

O 24 de Julho está dotado de uma sala de operações com recobro. E uma unidade de saúde que tem todas as condições para atender todas as situações anómalas relacionadas com saúde materno infantil, segundo garantiu o Ministro da Saúde, Armindo Tiago.

O presidente da República, que inaugurou a infraestrutura, orçada em cerca de 146 milhões de meticais, proveniente do orçamento geral do Estado, elogiou a iniciativa do sector de saúde e exortou aos técnicos afectos ao mesmo e de forma particular as mulheres a serem orientadoras das utentes do hospital.

“O meu desejo é que a partir deste hospital, as mulheres moçambicanas entendam a necessidade de cuidarem da sua saúde e dos seus filhos sobretudo que observem o planeamento familiar. Este hospital é um modelo que me leva a saudar o sector de saúde, pois permite que os cuidados sejam mais especializados e haja uma maior atenção na saúde das mulheres e crianças.

Quero pedir a todos para terem um cuidado especial com os equipamentos aqui presentes. Usem este hospital e os equipamentos aqui existentes para cuidarem de forma humanizada todos os utentes e que os vossos sorrisos perante os mesmos seja um forte catalisador para a cura. A subnutrição é um problema sério no nosso país e as pessoas que forem a usar este hospital deve sair daqui com ferramentas suficientes para mudarem este cenário"- pediu Filipe Nyusi.  

 

Outras infra-estruturas

Ainda na passada sexta-feira, o Presidente da República Inaugurou o Centro de Tratamento de epediomelogia, que foi igualmente reabilitado e requalificado. O centro vulgarmente conhecido por “hospital mar azul”, que durante anos atendia doentes padecendo de cólera, agora está com serviços especializados para surtos epidémicos.

Neste momento, segundo o Ministro da Saúde, o centro está preparado totalmente para fornecer serviços de isolamento institucional para a COVID-19, com alas para doentes do sexo feminino, masculino e uma unidade para doentes que necessitem de cuidados intensivos. A reabilitação e requalificação do Centro de tratamento de epidemias contou com um investimento de mais de 12 milhões de meticais disponibilizados pela da Cornelder de Moçambique.

Durante a sua estadia na Beira Filipe Nyusi inaugurou ainda um novo edifício construído de raiz com quatro pisos, onde passa a funcionar o Tribunal Judicial da Província de Sofala. Com este edifício a justiça em Sofala tem um grande ganho pois funcionava em quatro edifícios dispersos e isto dificultava o trabalho, segundo a Juíza Presidente de Sofala.

“Estando neste edifício, todas as oitos secções do Tribunal judicial de Sofala estarão aqui concentradas assim como todos os outros serviços interdependentes que funcionavam em locais dispersos. O edifício compota dez gabinetes de juízes, oito cartórios, oito componentes da área administrativa e cinco salas de audiências contra duas que existiam anteriormente. E um facto que ira acelerar a tramitação de processos judiciais em Sofala. Portanto, toda a população de Sofala, os administradores da justiça, incluindo advogados passaram a ter um edifício mais condigno para dirimirem os seus problemas”, disse Juíza presidente.

O chefe de Estado visitou ainda nesta sexta-feira o Instituto Industrial e Comercial da Beira, modernizado e com capacidade para formar técnicos com padrões internacionais.

Refira-se que aquando da passagem ciclone, em Março do ano passado, todo o equipamento do Instituto foi seriamente danificado. Com apoio de parceiro nacionais e internacionais decorrem obras de reabilitação e mesmo foi requalificado. As antigas infraestruturas foram modernizadas e todos os equipamentos da década 50 e 60 danificados pelo ciclone e que já não estavam ajustados aos padrões internacionais, foram retirados do local e substituídos por equipamentos de ponta, muitos deles computarizados, que conferem uma formação de quadros nacionais com padrões internacionais. 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique