OAM defende criação de um plano para responsabilizar quem violar Direitos Humanos

OAM defende criação de um plano para responsabilizar quem violar Direitos Humanos

A Ordem dos Advogados de Moçambique defende criação de um plano Nacional dos Direitos Humanos que vai permitir que os que violam esses direitos sejam responsabilizados.  
 
A Ordem dos Advogados de Moçambique considera que há maior violação dos direitos humanos, sobretudo, nas áreas de exploração de recursos minerais onde estes são postos de lado para dar lugar aos megaprojectos.

Como forma de minimizar estes males, a Ordem defende a criação de um plano dos direitos humanos, instrumento que vai permitir responsabilizar todos aqueles que violam esses direitos.

O presidente da Comissão dos Direitos Humanos da Ordem, Ricardo Moresse, revelou ainda que os advogados já submeteram a proposta para a criação deste plano ao executivo e está confiante na sua aprovação.

A informação foi partilhada esta sexta-feira numa conferência de imprensa alusiva aos preparativos dos 70 anos da Declaração dos Direitos Humanos que se celebra no dia 10 deste mês.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique