ONU acusa Sudão de quebrar acordo de paz

ONU acusa Sudão de quebrar acordo de paz

A Organização das Nações Unidas (ONU) acusa o Sudão de quebrar acordo de paz ao criar força de combates recrutando uma força de 10 mil combatentes. A informação foi divulgada em um relatório das Nações Unidas.         

O documento refere que o Governo sul-sudanês, conduzido pelo Presidente Salva Kiir, tem mostrado pouco interesse em cumprir o acordo no que toca à segurança, colocando em perigo o país e representando uma "ameaça imediata" à frágil paz no país.

Salva Kiir e o principal líder rebelde, Riek Machar, acordaram um novo adiamento por cem dias, até meados de Fevereiro, para resolver divergências relacionadas com segurança e governação.

O impasse levou a que os Estados Unidos da América chamassem, esta semana, o seu embaixador no Sudão do Sul, para reuniões em Washington onde as relações entre os dois países serão reavaliadas.

Este novo relatório da ONU refere que os signatários do acordo de paz não "tomaram decisões significativas" para a implementação nos últimos meses, acrescentando que os esforços para a criação de uma força de segurança comum estão "consideravelmente atrasados".
 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique