Operação Zâmbia: KO para Mexer e OK para LauKing

Operação Zâmbia: KO para Mexer e OK para LauKing

O selecionador nacional chamou 25 jogadores para prepararem o confronto diante da Zâmbia, referente a quinta jornada do grupo K, de qualificação ao CAN-2019. O objectivo da equipa técnica dos Mambas é conquistar os três pontos e continuar a sonhar com a fase final da competição africana de seleções.

A ausência de Mexer e o regresso de LauKing são as principais novidades da convocatória de Abel Xavier anunciada esta quinta-feira.

Abel Xavier assume que é um duro golpe a não vinda de Mexer, por lesão, lembrando que os Mambas já realizaram alguns jogos sem este defesa do Rennes da França, pelos mesmos motivos, deixando claro que confia nos jogadores que tem para o sector mais recuado do conjunto de todos nós. “Aquilo que me preocupa como selecionador é que hajam jogadores lesionados. Mexer já vem com sintomas de lesão e não podemos esquecer que já vínhamos não contando com ele ano passado. Foi confirmada a lesão e não podemos fazer nada. Aceitamos a credibilidade dos factos e Mexer está mesmo de fora. Gostaríamos que ele estivesse dentro do conjunto, mesmo pelo perfil, mas vamos ter que nos adaptar à sua ausência. Ira entrar um outro jogador a altura de substituir o jogador e acredito nos meus jogadores”, disse Abel Xavier.

Relativamente a LauKing, jogador que vem se notabilizando ao serviço da União Desportiva de Songo e que já foi chamado aos trabalhos da seleção nacional, nomeadamente no jogo particular com Cabo Verde, o selecionador nacional diz ser um jogador com características exigidas para estar no “espaço da seleção nacional”. “Lauking tem mérito por voltar a entrar na convocatória. Teve lesão e foi afastado na altura, mas agora está de volta. Nós definimos sempre que para estar na convocatória, o jogador tem que respeitar um certo perfil e ele foi convocado depois de uma análise do seu trabalho no clube e se mostrou firme para entrar nos convocados. Por isso contamos com ele”, assegurou o luso-moçambicano, que também confirmou estar confiante nos jogadores que chamou para este embate diante da Zâmbia.

Aliás, da última convocatória diante da Namíbia, na dupla jornada, ficaram de fora os jogadores: Mexer, por lesão, David Malembane, Mapangane, Chelito, estes por opção, e Raúl, do Costa do Sol, por estar nos sub-23. Mas há ainda possibilidade de integração de Franque, guarda-redes do Ferroviário de Maputo, e de Aamadú, da União Desportiva de Songo, que estão nos trabalhos dos Mambinhas.

Objectivo passa por vencer a Zâmbia

A missão é difícil, mas não complicada! Abel Xavier traçou objectivos para o jogo com a Zâmbia. Afinal sabe que uma derrota pode custar não só a qualificação ao CAN-2019, como também a quebra do contrato, uma vez que o objectivo terá falhado. E para que isso não aconteça (pelo não por enquanto), Abel Xavier quer vencer e continuar a alimentar a esperança de qualificação aos Camarões, próximo ano. “O objectivo prioritário da equipa é ganhar o jogo. Nós temos conhecimento de que a vitória nos coloca no caminho que ambicionámos”, começou por dizer Abel Xavier.

E diz haver muita importância no jogo não só do lado moçambicano, mas do lado zambiano, tendo em conta que os Chipolopo iniciaram cedo a preparação para o jogo do dia 18 de Novembro. “A Zâmbia está a dar nos importância, mesmo pelo futebol que está a dar. O facto de eles estarem já a estagiar mostra que dão importância ao nosso jogo”. Mas há mais motivos: “partindo do pressuposto de que a Zâmbia é um colosso do futebol africano e com ambições de se qualificar, nós temos que fazer de tudo, em nossa casa, para vencer. E cada um deve fazer a sua parte para que o produto final seja de festa para os moçambicanos”, frisou o selecionador nacional.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique