“Os empresários locais têm capacidade”

“Os empresários locais têm capacidade”

Os megaprojectos de petróleo e gás são tradicionalmente para os gigantes, mas em Cabo Delgado o sentimento de inferioridade não encontra espaço no empresariado local. “Para estes projectos, os empresários locais têm capacidade”, não deixa dúvidas o presidente do Conselho Empresarial Provincial, a única coisa que quer é mais informação: “naturalmente que em função da demanda essa capacidade deverá ser aumentada ou diminuida”, garante Júlio Sethy para quem a questão passa por uma partilha de informação para um preparo atempado.

“O que é importante é nós sabermos o que exactamente vai ser preciso”. Um homem que não só representa a voz dos patrões em Cabo Delgado, como também tem emprendimentos nas áreas de material de construção, transporte de carga, passando pela exploração de pedra. Aliás, Júlio Sethy está confiante num futuro rizonho com a venda de pedra de construção, pois tal como disse, “em Palma não há pedra”. No entanto, por enquanto a sua pedreira está paralizada e deixou os mais de 20 trabalhadores a receberem sentados em casa porque com pouco negócio, por enquanto, os custos de produção, sobretudo com a energia produzida por geradores a diesel, são altíssimos

Com capacidade de produção de 800 toneladas/hora, a pedreira do empresário fica na zona de Nalia, a 50 km de Pemba.

E se o primeiro desafio é alimentar milhares de pessoas que estarão na construção da plataforma de liquefação de gás natural em terra, em Palma, alguns produtores já começaram a dar passos concretos. Num dos supermercados de Pemba encontramos produtos frescos produzidos localmente. “Tenho feito as encomendas previamente, 24 horas antes. Temos uma lista de alguns produtores que têm nos trazido no tempo certo”, tranquiliza um dos responsáveis de aquisição de stock, Afzal Abdul Carimo.

Luís Augusto – Produtor Agrícola de Cabo Delgado

“Produz-se em quantidade para abastecer o mercado. A garantia de abastecer o mercado o ano inteiro é que é problemática por causa desta sazonalidade que nós temos. Portanto, produzimos por estação sazonal porque ainda não temos capacidade de produzir o ano todo por causa dessa necessidade, muitas vezes, de irrigação”.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique