Paulo Chemane anima universo das crianças com “brincadeiras da minha rua”

Paulo Chemane anima universo das crianças com “brincadeiras da minha rua”

A literatura infanto-juvenil ainda é escassa no país. A pensar nisso, Paulo Chemane escreveu “As brincadeiras da minha rua – a rua animada”, mesmo com o propósito de ampliar, colorindo, o universo dos mais novos.

O livro bilingue, português e inglês, tem 34 páginas e apresenta peripécias de uma geração passada, tendo as brincadeiras como factor didático e de desenvolvimento. Na primeira pessoa, Chemane explica por que escrever a obra: “Fiz este livro para compartilhar com a nova geração as brincadeiras que nós, os adultos de hoje, tivemos quando fomos mais novinhos. Hoje, as crianças têm formas diferentes de se entreter que, inclusive, as afasta umas das outras. O livro aparece a recuperar um fragmento do nosso passado colectivo, documentando brincadeiras e aspectos da nossa cultura. Portanto, há uma pretensão de salvaguardar um repertório nosso”.

“As brincadeiras da minha rua – a rua animada” foi escrito em verso, com muita aposta nas imagens que complementam as palavras. Com as figuras, Paulo Chemane espera atrair muitas crianças, levando-as a compreender o que lá está descrito. A ilustração foi feita pelo próprio autor, quem contou com apoio de Fernando Luís, que o permitiu usar uma música sua no livro. Graças a Rob Barners e Heather, músicos australianos, a obra de Fernando Luís teve pauta “As brincadeiras da minha rua”.

As 34 páginas de “As brincadeiras da minha rua” foram escritas em Newcastle NSW, na Austrália, onde Paulo Chemane vive há 10 anos.

Numa primeira fase, o autor escreveu o livro em português. Por almejar ser compreendido por mais crianças, na Austrália, Paulo Chemane traduziu a obra para a língua inglesa e, assim, produziu um livro bilingue.

Já com o livro na mão, na pátria amada, agora, a vontade de Paulo Chemane é encontrar uma oportunidade para o lançar no país, até dia 30 deste mês. Para o efeito, trouxe consigo 30 exemplares. Na Austrália ficaram mais. Depois de 30 de Janeiro, o escritor das crianças regressa a Austrália, onde trabalha.

Em “As brincadeiras da minha rua”, as principais brincadeiras retratadas são a cheia, hamatue tue, jogos com bola, latoleta, cabra-cega, jogos com pneus, jantes, papagaios, cabo-de-guerra ou puxa-puxa, e há ainda a neca e karingana wa karingana, “que reflecte a convicção de que os mais jovens precisam manter uma relação com o passado, à volta da fogueira”, afirmou o escritor. Nas últimas páginas, o livro apresenta a pauta da música o “Sorriso das crianças”, de Fernando Luís.  

De acordo com Paulo Chemane, o livro está a libertar a ideia, nas crianças australianas, de que os mais novos devem se desligar um pouco da tecnologia e voltarem-se para as brincadeiras de rua, nas quais podem desfrutar do meio ambiente, mesmo porque as brincadeiras permitem uma melhor socialização entre as crianças.

Paulo Chemane nasceu em Maputo, a 5 de Setembro de 1976. O interesse pela literatura infanto-juvenil é motivado pelas suas duas filhas.

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique