Resultado das Buscas " Juros"




  • Banco de Moçambique reduz taxa de juro de referência

    Banco de Moçambique reduz taxa de juro de referência

    O Banco de Moçambique decidiu, hoje, reduzir a taxa de juro de referência de 18 para 16.5%. Apesar da redução, a instituição diz que os juros cobrados pela banca aos seus clientes continuam altos, daí que está a negociar com os bancos uma solução para o corte das taxas.

    11 de Abril 18h27, Clemêncio Fijamo
  • Credores

    Credores "rejeitam" planos de dívida

    Titulares da dívida consideram que todos os três cenários apresentados pelo ministro da Economia e Finanças são insustentáveis.

    21 de Março 12h59, William Mapote
  • Governo pede mais tempo para pagar “dívidas ocultas”

    Governo pede mais tempo para pagar “dívidas ocultas”

    De acordo com a apresentação feita pelo ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, cujo documento tivemos acesso, o Governo explica a necessidade da reestruturação com o argumento de que apesar do ajustamento fiscal empreendido...

    20 de Março 19h53, William Mapote
  • MDM preocupado com morosidade no processo da paz

    MDM preocupado com morosidade no processo da paz

    O presidente do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), Daviz Simango, diz estar preocupado pelo facto de até agora não haver avanços claros sobre o processo de descentralização e a procura por uma paz efectiva no país.

    27 de Dezembro 18h58, Francisco Raiva
  • Banco Central reduz taxa de juros de política monetária

    Banco Central reduz taxa de juros de política monetária

    O Banco de Moçambique decidiu reduzir as taxas de juro de política monetária em 1.5 pontos percentuais para 19,5%. O Banco Central reduziu também as taxas de facilidade permanente de cedência e de facilidade permanente de depósito.

    22 de Dezembro 12h35, Redacção
  • Afinal, quanto custa o dinheiro?

    A única certeza que tenho neste momento é de que o dinheiro está caríssimo. Dentre tantas explicações para esta realidade, nenhuma convenceu. Continuamos ignorantes e escravos da imposição das taxas de juro dos bancos, ou melhor, dos “big four” do sistema financeiro nacional.

    01 de Dezembro 12h13, Olívia Massango
  • Só quatro bancos perfazem 98% do lucro produzido pelos restantes

    Só quatro bancos perfazem 98% do lucro produzido pelos restantes

    A actividade bancária no país está concentrada no Millennium bim, BCI, Standard Bank e Barclays. O fenómeno pode justificar por que famílias e empresas pagam elevadas taxas de juro, têm dificuldades para conseguir empréstimos e poucas opções de investimento.

    01 de Dezembro 10h26, Celso Chambisso
  • FMO vê despesismo e desrespeito pelas prioridades no OE 2018

    FMO vê despesismo e desrespeito pelas prioridades no OE 2018

    A proposta de Orçamento do Estado (OE) de 2018, submetida ao parlamento, foi objecto de estudo pelo Fórum de Monitoria do Orçamento (FMO) e o debate, ontem, levantou uma série que considera irregulares

    17 de Novembro 09h36, Celso Chambisso
  • “Aguardamos mais um ano difícil e temos de ser inovadores” 

    “Aguardamos mais um ano difícil e temos de ser inovadores” 

    Luís Magaço assumiu, recentemente, a presidência da Associação de Comércio, Indústria e Serviços (ACIS), uma entidade autónoma e privada que tem contribuído para a promoção e desenvolvimento de vários sectores de actividade.

    10 de Novembro 10h26, Celso Chambisso
  • Quem tem medo das inspecções da Autoridade Tributária?

    A Autoridade Tributária está a levar a cabo uma fiscalização e auditoria às empresas e lojas em todo o país, com o objectivo de aferir se estas estão a pagar os impostos, com maior incidência no Imposto sobre Valor Acrescentado (IVA).

    29 de Outubro 20h29, Francisco Mandlate
  • BM:taxas de juro praticadas no mercado são muito altas

    BM:taxas de juro praticadas no mercado são muito altas

    O Banco de Moçambique admite que as taxas de juro praticadas no país pela banca são altas. A essa altura do ano, o Banco Central esperava que as taxas reduzissem, o que não aconteceu porque tal não depende apenas de si, como regulador do sistema financeiro.

    28 de Outubro 10h57, Redacção
  • Orçamento restritivo “penaliza” agricultura e justiça

    Orçamento restritivo “penaliza” agricultura e justiça

    Apesar das restrições do Orçamento do Estado para 2018, o Governo tem expectativas optimistas sobre o desempenho da economia: 5,3 por cento para o crescimento do PIB e 11,9 por cento para a inflação

    27 de Outubro 15h10, Emídio Beúla
  • Proposta do OE avança com 223 mil milhões MT

    Proposta do OE avança com 223 mil milhões MT

    De acordo com a proposta do Orçamento do Estado submetida ao Parlamento, as despesas do Estado para o próximo ano vão absorver um total de cerca de 223 mil milhões de meticais, dos quais perto de 186.7 mil milhões de meticais serão arrecadados em impostos, representando, 18,8 por cento do PIB.

    22 de Outubro 17h55, Celso Chambisso
  • “Temos de investir mais nas exposições colectivas”

    “Temos de investir mais nas exposições colectivas”

    A frase foi dita com muita convicção, com o punho cerrado, quase a bater na mesa: “temos de investir cada vez mais nas exposições colectivas”. Vindo de um artista plástico que tem exposto obras em colectivas, uma explicação se impunha. E P. Mourana esclarece...

    19 de Outubro 22h06, José dos Remédios
  • CTA critica Banco Central e Governo pela alta de juros e dos impostos

    CTA critica Banco Central e Governo pela alta de juros e dos impostos

    Altas taxas de juro nos bancos e aumento da pressão sobre os impostos pelo Governo são encaradas como os principais obstáculos enfrentados pelos empresários nacionais nos últimos três meses. As constatações foram apresentadas pelo presidente da Confederação das Associações Económicas de Moçambique.

    15 de Setembro 10h58, Celso Chambisso
  • AT já tem autorização do Governo para cobrar 350 milhões de dólares

    AT já tem autorização do Governo para cobrar 350 milhões de dólares

    O ministro da Economia e Finanças esclareceu, ontem, que o Governo fez a sua parte ao autorizar a venda de activos na área 4 da bacia de Rovuma, entre a ENI e a Exxon Mobil, e que não há outra autorização que a Autoridade Tributária (AT) deve esperar do Executivo.

    29 de Agosto 11h07, José João




Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique