Resultado das Buscas "Furtivos"




  • Chacina na Reserva do Niassa: 17 mil elefantes abatidos em oito anos

    Chacina na Reserva do Niassa: 17 mil elefantes abatidos em oito anos

    Foram oito anos de devastação da população de elefantes na maior área de conservação de Moçambique e que ameaçam a conservação de biodiversidade no ecossistema com potencial para se tornar a maior área de conservação transfronteiriça do mundo.

    18 de Setembro de 2018 23h23, António Tiua
  • Fiscais desmantelam mais de 10 mil armadilhas

    Fiscais desmantelam mais de 10 mil armadilhas

    No total são 10 483 armadilhas desmontadas, 556 acampamentos de furtivos e recuperadas mais de 200 armas de diversos calibres das mãos dos mais de 2400 infractores intercetados.

    31 de Julho 20h56, Luís Mazoio
  • Polícia neutraliza caçadores furtivos e apreende seis armas de fogo

    Polícia neutraliza caçadores furtivos e apreende seis armas de fogo

    A polícia, em colaboração com os fiscais do Parque Nacional de Gorongosa(PNG), acaba de desmantelar, em Sofala, uma quadrilha de caçadores furtivos, composta por três indivíduos, e apreendeu seis armas de fogo, sendo duas do tipo AKM e as outras três de fabrico caseiro.

    14 de Maio 21h38, Francisco Raiva
  • Polícia neutraliza caçadores furtivos e apreende seis armas de fogo

    Polícia neutraliza caçadores furtivos e apreende seis armas de fogo

    A Polícia da República de Moçambique, em colaboração com os fiscais do Parque Nacional de Gorongosa (PNG) acabam de desmantelar em Sofala, uma quadrilha de caçadores furtivos, composta por três indivíduos, e apreendeu seis armas de fogo.

    14 de Maio 18h14, Francisco Raiva
  • Filipe Nyusi quer combate cerrado à caça furtiva

    Filipe Nyusi quer combate cerrado à caça furtiva

    Ao terceiro dia de visita à província de Maputo, o Presidente da República escalou o distrito de Moamba, onde orientou um comício popular no posto administrativo de Sabié.

    28 de Abril 17h24, Francisco Mandlate
  • Fiscais apreendem materiais de caça na reserva do Niassa

    Fiscais apreendem materiais de caça na reserva do Niassa

    Fiscais da Reserva do Niassa recuperaram, esta semana, 30 pontas de marfim, 138 munições de “AKM”, um machado e uma balança eléctrica, numa perseguição a um grupo de caçadores furtivos.

    29 de Dezembro 11h49, Redacção
  • Furtivos continuam a roubar madeira em Cabo Delgado

    Furtivos continuam a roubar madeira em Cabo Delgado

    Furtivos continuam a roubar madeira nas florestas da província de Cabo Delgado. Só em Novembro, foram apreendidos mais de 50 metros cubico de madeira em situação ilegal.

    12 de Dezembro 09h24, Redacção
  • Desenvolvimento sustentável como investimento no futuro

    Desenvolvimento sustentável como investimento no futuro

    A criação de áreas protegidas com o objectivo de conservar a diversidade biológica do planeta, é uma das abordagens mais largamente utilizadas pelas diversas organizações que se dedicam hoje, como no passado, a evitar fenómenos como a extinção de espécies da fauna ou da flora.

    22 de Setembro 08h59, Redacção
  • Caçadores furtivos condenados a penas de prisão

    Caçadores furtivos condenados a penas de prisão

    Uma quadrilha de caçadores furtivos composta por dois moçambicanos e seis tanzanianos foi condenada a penas que variam de 8 a 11 anos de prisão. Segundo um comunicado de imprensa da Administração Nacional das Áreas de Conservação (ANAC), a quadrilha actuava na Reserva Nacional do Niassa.

    19 de Setembro 13h54, Redacção
  • Detido suposto organizador de caça furtiva em Pemba

    Detido suposto organizador de caça furtiva em Pemba

    Um indivíduo acusado de organizar crimes de caça furtiva está detido em Pemba, província de Cabo Delgado. O indiciado tem a nacionalidade tanzaniana, mas fazia-se passar por moçambicano, revelou, hoje, a Administração Nacional de Gestão das Áreas de Conservação (ANAC).

    25 de Julho 18h12, Clemêncio Fijamo
  • Contrabando de madeira em mais de 40 fronteiras informais

    Contrabando de madeira em mais de 40 fronteiras informais

    Há evidências de exploração e contrabando de madeira no posto administrativo de Negomano (área da Reserva do Niassa) para o país vizinho, a Tanzânia. O rio Rovuma, que liga os dois países, é o canal de transporte, com recurso à documentação falsa. Parte significativa da madeira ilegal é apreendida na fronteira de Tambaswala (Tanzânia), mas o esforço não alcança as mais de quarenta fronteiras informais ao longo das margens do Rovuma.

    28 de Abril 14h10, Selma Inocência




Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique