Petersburgo defende que centros de formação devem gerar renda

Petersburgo defende que centros de formação devem gerar renda

Oswaldo Petersburgo, secretário de Estado da Juventude e Emprego, defende que os centros de formação profissional do Estado devem ser capazes de conferir ferramentas de produção de renda aos formandos.

O governante, falava, hoje em Gaza na abertura oficial do ano lectivo da formação profissional no Instituto de Formação Profissional e Estudos Laborais Alberto Cassimo.

Num contexto em que o emprego constitui um grande desafio para a juventude moçambicana, o Secretário de Estado visitou as instalações do Instituto de Formaçao Profissional e Estudos Laborais Alberto Cassimo, delegação de Gaza, não só para abertura do ano lectivo, mas também para ter noção das dificuldades vividas no local.

Dialogou com os formandos que estão prestes a iniciar com os diversos cursos leccionados naquele instituto.

No discurso de ocasião, o governante destacou que os centros de formação devem gerar renda.
No decurso do evento, a secretaria de estado ofereceu kits de auto emprego para a avicultura, vulcanizadora e lavagem de carros.

Anastácio Chembeze, director-geral do instituto disse que para os próximos meses serão formados estes 15 reclusos.

De salientar que anualmente os 24 centros profissionais espalhados pelo país foram anualmente 25 mil jovens.   

 

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique