Plataforma do projecto de gás Coral Sul testada em água

Plataforma do projecto de gás Coral Sul testada em água

A petrolífera italiana Eni programou para esta terça-feira, o primeiro teste em água, da plataforma flutuante que vai produzir Gás Natural Liquefeito (GNL) na área 4 da Bacia do Rovuma. Trata-se do projecto Coral Sul.

Já está a ganhar forma a primeira plataforma que vai produzir Gás Natural Liquefeito (GNL) na Bacia do Rovuma, em Cabo Delgado. A petrolífera italiana Eni anunciou ontem, na Coreia do Sul, que o navio em construção naquele país asiático será testado na água, hoje, pela primeira vez.

É um marco considerado importante pela petrolífera Eni, líder do projecto Coral Sul, da área 4, localizada na Bacia do Rovuma, na região norte do país. É o primeiro teste em água a ser feito, depois de ter sido montada a base da infra-estrutura.

Com cerca de 430 metros de cumprimento, 66 de largura e 42 metros de altura, depois do primeiro teste, prevê-se igualmente, o início da montagem do equipamento necessário para o arranque da produção de gás natural em 2022.

“Toda a gente está muito feliz aqui por este marco. É a primeira vez que o navio vai flutuar”, referiu o responsável pela construção da plataforma, Luca Fraccenda.

Mas só em finais de 2021 é que esta infra-estrutura que está a ser montada na Coreia do Sul será rebocada para Cabo Delgado, um processo que terá a duração de pelo menos um mês. Estão envolvidos na construção cerca de quatro mil pessoas.

Chegada ao país, a plataforma será encaixada em poços que estão a ser abertos desde Setembro de 2019 nas águas profundas da Bacia do Rovuma para a extracção do gás natural. Espera-se que o projecto produza 3.4 milhões de toneladas por ano.

“Iniciaremos a produção em 2022, mas, com certeza, o pico da capacidade de 3.4 milhões de toneladas ao ano será alcançada gradualmente, não imediatamente.

Prevemos que haverá uma subida a partir de 2022”, considerou Luca Fraccenda.

Por cima da plataforma será montado um complexo residencial com capacidade para acolher 350 pessoas, escritórios, áreas de lazer, entre outros compartimentos, um trabalho a ser feito no próximo dia 16, segundo a Eni. Na fase de operação, o projecto Coral Sul contará com cerca de 200 trabalhadores.  

Refira-se, que o volume de investimento do projecto Coral Sul foi de oito mil milhões de dólares.

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique