Polícia promete para breve detalhes sobre ataques em Cabo Delgado

Polícia promete para breve detalhes sobre ataques em Cabo Delgado

A Polícia da República de Moçambique promete para breve fornecer detalhes sobre a situação da violência que tem vindo a agravar-se nos últimos dias em Cabo Delgado. A promessa foi avançada pelo porta-voz do Comando Geral no seu habitual rescaldo semanal com a imprensa.

“Em relação à situação actual em Cabo Delgado, havemos de nos comunicar pontualmente, agora reservamo-nos a algumas coordenações que estão a decorrer neste momento”.

Foi desta maneira que o porta-voz do Comando Geral da polícia se pronunciou quando questionado sobre a situação da violência cada vez mais preocupante na província de Cabo Delgado. Inácio Dina evitava assim dar detalhes sobre a notícia já avançada pela imprensa dando conta da ocorrência de um ataque a uma viatura de transporte de passageiros, o primeiro do género, no distrito de Nangade, e a morte dos seus sete ocupantes.

De igual forma respondeu Dina quando os jornalistas quiseram saber sobre as circunstâncias e as causas da detenção de um jornalista que supostamente se encontra sob custódia de militares num quartel de Mueda, em Cabo Delgado. Notícias postas a circular dão conta de que o mesmo teria sido detido quando fazia cobertura sobre a fuga das populações das aldeias afectadas pelos ataques dos homens armados nos distritos do norte daquela província.

“Estamos em coordenação e a partilhar informação. Havemos de partilhar as circunstâncias da detenção ou retenção do vosso colega que é nosso colega também”, disse o porta-voz da polícia.

Ainda no habitual briefing semanal da polícia, Inácio Dina falou dos resultados operativos da sua corporação, tendo dito que na primeira semana de 2019 ocorreram 117 crimes menos 21 que em igual período de 2018.

“Em termos gerais registamos um redução do índice de criminalidade na ordem de 15 porcento”, começou por dizer Dina

Dina diz terem sido já esclarecidos 102 do total dos crimes registados e diz que na sua maioria foram crimes contra o bens alheios.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique