População com conta bancária aumentou de 20 para 21% em cinco anos

População com conta bancária aumentou de 20 para 21% em cinco anos

Cerca de 60% da população moçambicana tem acesso aos serviços financeiros, revela o relatório FinScop, apresentado hoje, em Maputo. Entretanto, segundo a publicação, a população com conta bancária aumentou de 20 para 21% entre o ano 2014 e 2019.

O relatório da terceira edição do Inquérito aos Consumidores, FINSCOPE 2019, foi publicado nesta sexta-feira em Maputo. Na ocasião, citando o relatório, a vice-ministra da Economia e Finanças, Carla Louveira, falou de avanços no processo de inclusão financeira no país.

Por sua vez, a administradora do Banco de Moçambique, Gertrudes Tovela, disse que nem tudo vai bem. É que, nos últimos cinco anos, isto é, de 2014 a 2019, a percentagem de pessoas com conta bancária teve um aumento fraquíssimo, o que exige mais acções.

O limite de idades e os rendimentos insuficientes são algumas das barreiras para a abertura de novas contas bancárias, por isso, o Banco Central já está a pensar em algumas soluções.

Já Esselina Macome, directora executiva da Financial Sector Deepening Moçambique, quem fez a apresentação do estudo, falou da importância dos serviços financeiros não bancários no aumento da inclusão financeira no país.

O relatório de 2019 é o terceiro, depois dos realizados em 2009 e 2014. Neste último foram abrangidos 5073 agregados familiares e os entrevistados têm 16 ou mais anos de idade.

 

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique