População de Cheringoma “clama” pela paz

População de Cheringoma “clama” pela paz

A paz é um bem social que preocupa a população de Cheringoma, que, hoje, pediu ao Presidente da República e à nova liderança da Renamo para dar seguimento ao diálogo sem menosprezar os entendimentos alcançados.

Sobre o assunto, o Presidente da República, Filipe Nyusi, reiterou o compromisso para dar seguimento às negociações nos termos acordados com Afonso Dhlakama.

Cheringoma é um dos distritos da província de Sofala que mais foi devastada pela guerra dos 16 anos e dos dois conflitos militares mais recentes. Apesar de garantias já dadas, a população que viveu de forma directa a guerra, pediu que a morte de Afonso Dhlakama não resulte em retrocessos no processo da pacificação.

Na localidade de Mazamba, no distrito de Cheringoma, o Presidente da República dirigiu um comício no qual pediu a população para não aderir a seitas religiosas com ideias radicais e que colocam em causa o Estado. Nyusi pediu a essas seitas para pararem de difundir tais doutrinas sob pena de serem impedidas de operar no país.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique