Portugal é principal comprador de crustáceos do país

Portugal é principal comprador de crustáceos do país

Portugal é o país que mais crustáceos compra a Moçambique, de acordo com os dados das exportações de 2016 do Instituto Nacional de Estatística.

O país exportou no último ano 38,2 milhões de dólares de lagostas, camarões e espécies relacionadas. Segundo a agência Lusa cerca de um terço da mercadoria do pescado nacional que corresponde a 36.2 por cento teve como destino Portugal, seguido pela China com 27.5 por cento e Espanha com 19,5 por cento. Ou seja, a Península Ibérica foi o destino da maioria cerca de 55.7 por cento do produto vendido ao estrangeiro.

Recorde-se que em Junho deste ano, a organização ambientalista World Wildlife Fund (WWF) divulgou um relatório denunciando a pesca insustentável de camarão em Moçambique e apelando aos países da Europa a fazer uma escolha informada, para não pôr em risco a existência deste pescado. O relatório do WWF alertou também para a possibilidade de parte do camarão pescado no nosso país chegar a Europa de forma ilegal.

Reagindo às informações do relatório da WWF, a Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA) disse ter adaptado algumas estratégias em parceria com o Governo para gerir a captura, evitar quedas bruscas na produção. 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique