PR exige soluções ao desafio da comercialização agrícola

PR exige soluções ao desafio da comercialização agrícola

A menos de dois anos para o fim do primeiro mandato do Governo de Filipe Nyusi, Júlio João Pio foi empossado, esta quinta-feira, para coadjuvar Ragendra de Sousa no Ministério da Indústria e Comércio. É indicado ao cargo de vice-ministro para fechar a vaga deixada mesmo por Ragendra, quando este ascendeu ao cargo de ministro da Indústria e Comércio.

Júlio Pio é novo na governação ministerial. Entretanto, já fez trabalhos em projectos de desenvolvimento local no Ministério da Economia e Finanças.

Na sua tomada de posse, Filipe Nyusi fez questão de lembrar ao recém-nomeado governante que Moçambique vive o desafio da comercialização de produtos agrícolas. “Os níveis de produção e produtividade aumentaram significativamente ao longo de todo o território nacional, uma vitória que deve ser consolidada. Todavia persistem dificuldades em fazer chegar os produtos ao mercado e ao consumidor final, portanto, o circuito de comercialização”, disse o Presidente da República, para quem “urge encontrar as melhores formas de aproveitar a produção nacional, tornando-a catalisadora do desenvolvimento das comunidades”.

O Presidente da República diz também que o Ministério da Indústria e Comércio é desafiado a garantir competitividade da produção nacional, apostando na qualidade.

Ainda esta quinta-feira, Filipe Nyusi empossou Alberto Mondlane ao cargo de governador de Sofala. Mondlane apenas está a mudar de província no seu trabalho de governador, tendo antes dirigido a província de Manica. Em Sofala, o recém-indicado governador vai substituir Maria Helena Taipo. Já Francisca Tomás, que era deputada da Assembleia da República, foi empossada a governadora do Niassa em substituição de Arlindo Chilundo. Para Manica, foi empossado Manuel Alberto, que vem do Ministério da Administração Estatal e Função Pública, onde desempenhou o cargo de director nacional de Desenvolvimento Autárquico. “É fundamental que todos os dirigentes das províncias da base ao topo e vice-versa partilhem da mesma visão colectiva, particularmente ao que se refere aos objectivos e metas de governação”, disse Filipe Nyusi, lembrando que resta cerca de um ano e meio de governação e é preciso cumprir com as promessas feitas aos moçambicanos.

Os empossados, por sua vez, garantem que vão dar continuidade ao trabalho deixado pelos seus antecessores, olhando para as prioridades. Refira-se que os quatro empossados desta quinta-feira foram indicados aos novos cargos esta quarta-feira.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique