Produção da Soja no país: Celso Correia quer reduzida importação de óleo e ração para frangos e gado

O Ministro da Agricultura em visita de trabalho a província da Zambézia, fez uma profunda reflexão em volta da produção da soja, uma cultura importante não só na produção de ração para animais, mas também para a indústria sobre tudo na produção do óleo entre vários outros derivados.

“Não podemos ter um país onde o frango e o gado comem ração importada. É uma oportunidade única para os três milhões de produtores no país começarem a pensar na produção a grande escala da soja”, disse o ministro Celso Correia referindo que o governo investe 150 milhões de dólares anualmente para importação do óleo.

“Recentemente fomos obrigado a ajustar o preço do IVA para estimular a indústria, mas estamos a falar de óleo praticamente importado, estamos a tomar medidas a curto prazo, mas com uma visão a longo prazo”.
 
O governante diz que o país deve pelo menos reduzir a importação de óleo, para o efeito a cultura da soja vai ter um papel estratégico para avicultura, para a produção de óleo mas acima de tudo para o rendimento familiar.

“Porque se começarmos a produzir soja dentro da agricultura familiar, o rendimento pode triplicar nas famílias, por isso temos que ser capazes de ajustar as nossas instituições. A título de exemplo, nós hoje temos o instituto de algodão, e estamos a pensar em ter um instituto que albergue todas as oleaginosas para responder a este grande desafio”, disse Correia, destacando que Moçambique não pode ter recursos concentrados só a pensar em algodão, “podemos usar estes recursos para pensar algodão, soja, gergelim e todas outras oleaginosas, para o efeito estamos a pensar melhores mecanismos”.  

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique