Pulverização intradomiciliária vai abranger mais de 500 mil habitantes em Sofala

Pulverização intradomiciliária vai abranger mais de 500 mil habitantes em Sofala

Está em curso na província de Sofala, uma campanha de pulverização intradomiciliária contra o mosquito causador da malária, uma iniciativa do Ministério da Saúde, no âmbito de combate à malária. Numa primeira fase, a iniciativa deverá abranger cerca de 535 mil habitantes dos distritos mais afectados pela doença, nos distritos de Búzi, Caia e Dondo

A malária continua a ser a principal causa de internamentos e mortes de pessoas e particularmente crianças em Sofala. A pulverização estará a cargo de mais de duas centenas agentes.

Nos anos anteriores, a experiência mostrou que algumas famílias não colaboraram com a iniciativa, facto que contribuiu certamente para o contínuo alastramento da doença, facto que levou a administradora do distrito de Dondo, Graça Correia, local onde foi efectuado o lançamento da campanha, a lançar apelos as comunidades e outras entidades, políticas, religiosas e as lideranças locais, a contribuírem para o sucesso da presente campanha.

O sector de Saúde, em Sofala, juntou-se aos apelos do governo. Priscila Filimone, Médica-chefe em Sofala, indicou que prevê-se que se pulverizem em Sofala, mais de 133 mil casas nos próximos 60 dias úteis e pediu o apoio e colaboração das comunidades. Também exortou para a manutenção de outras medidas de prevenção da malária.   

No ano passado, refira-se, no âmbito de combate à malária, foram distribuídos em Sofala cerca de um milhão e meio de redes mosquiteiras que beneficiaram perto de 533 mil famílias.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique