Recenseamento eleitoral: não será cumprida a meta prevista

Recenseamento eleitoral: não será cumprida a meta prevista

A menos de quatro dias para o fim do processo de actualização do recenseamento eleitoral na cidade de Maputo, autoridades reconhecem que não vão cumprir com as metas previstas. Alguns postos continuam a registar fraca adesão e ausência de fiscais de alguns partidos políticos.
 
A nossa reportagem fez uma ronda na manhã deste domingo em alguns postos de recenseamento eleitoral e deparou-se com fraca adesão dos potenciais eleitores. Os brigadistas confirmam que o cenário tem sido característico, até porque trata-se de um processo de actualização.

No posto localizado na escola secundária Mateus Sansão Muthemba, encontramos os brigadistas a confecionar alimentos e jogar cartas porque ainda não tinham recebido nenhum eleitor.

Na Escola Secundária Força do povo o cenário já começa a mudar. A supervisora diz que nestes últimos dias tem havido uma maior afluência.

Em todos postos de recenseamento visitados não se encontravam os fiscais dos partidos políticos, com excepção da Frelimo que estava representada.

O director do STAE na cidade de Maputo reconhece que não será possível cumprir com as metas previstas.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique