Redes sociais… entre “o bem e o mal necessário para alguns usuários”

Redes sociais… entre “o bem e o mal necessário para alguns usuários”

Hoje o mundo assinalou o dia das redes sociais. Na cidade de Maputo, vários usuários assumem que não vivem sem elas, sobretudo, num contexto como o Estado de Emergência em que o país se encontra

Estão presentes na vida de milhões de pessoas. Alguns até assumem que não vivem sem elas. “Principalmente nós os jovens”, reconheceu, em declarações ao “O País”, Arnaldo, residente na cidade de Maputo.

“Hoje, é quase impossível não ter redes sociais. A maior parte de nós gosta pelas facilidades criadas por esses meios”, acrescentou.

No mundo há centenas de redes sociais. Em Moçambique, as mais conhecidas e usadas são o Facebook, Watsapp e Instragram, embora alguns prefiram também o Twitter ou o Linkedin.

“Eu gosto muito delas. Gosto mais porque posso conversar com amigos, acompanhar sobre diversos acontecimentos e muito mais”, disse Ana.

“Através das redes sociais consigo fazer a exposição do meu negócio e outras inovações que tenho feito”, afirmou José.

“Eu não posso ficar um dia sem teclar. Em média gasto 500 ‘megas’ por dia”, disse, Suzana”, que confessou ao “O País” o “vício pelos meios”.

Em meio às diversas opções que são a razão para os usuários, várias têm sido as criatividades para chamar a atenção de quem nelas navega. Na “urbanização”, bairro localizado arredores da cidade de Maputo, encontramos Shana, uma jovem que criou uma sorvetaria com o serviço de internet grátis, tudo par captar clientes que não desgrudam do telemóvel.

“Os nossos clientes gostam de estar aqui porque podem tomar o sorvete e navegar nas redes sociais. Tem vindo muita gente”, diz a vendedeira, que tem no seu serviço de internet grátis uma “isca” aos usuários.

Entretanto, se por um lado as redes sociais têm inúmeras vantagens, por outro, têm os seus riscos. Em Moçambique, por exemplo, com o novo código penal, as gravações ilícitas e publicação sem consentimento; falsidade informática, difamação e injúria através desses meios é punível.

Igualmente, outro alerta feito, não apenas no país, bem como em todo mundo, é a veiculação de falsas notícias através das redes sociais.

A cada dia 30 de Junho, o mundo celebra o Dia das Redes Sociais. 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique