Renamo acusa Frelimo de ter reactivado “esquadrões da morte”

Renamo acusa Frelimo de ter reactivado “esquadrões da morte”

Renamo acusa a Frelimo de ter reactivado os esquadrões da morte para silenciar opositores. O Partido exige a intervenção imediata das autoridades nesta situação que diz estar a colocar em causa o acordo de paz.

O porta-voz, José Manteigas, diz que há informações fidedignas segundo as quais foram enviados grandes efectivos de forças especiais para assassinar membros da perdiz, em Caia, Gorongosa e Marigué, na província de Sofala. O porta-voz diz que não são apenas nestes pontos do país. Igualmente, membros da Renamo estão a ser raptados, torturados e assassinados em vários distritos das zonas centro e norte.

O partido lamenta, sobretudo, por estes acontecimentos terem lugar numa altura em que o país teve eleições recentemente.

Pelo alegado clima de terror instalado, o partido apela a urgente intervenção das autoridades.

Entretanto, em reacção aos pronunciamentos de Manteigas, na manha desta terca-feira, o porta-voz da Frelimo, Caifadine Manasse, considerou infundadas as acusações da Renamo e disse “são próprias de um perdedor”. O partido acredita que os supostos esquadrões da morte estão na própria Renamo.

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique