Renamo denuncia perseguição dos seus membros ao serviço do Estado

Renamo denuncia perseguição dos seus membros ao serviço do Estado

A Renamo denunciou a perseguição de seus membros que trabalham para o governo, que alegadamente tem estado a tomar medidas que revelam falta de vontade politica para uma verdadeira reconciliação nacional.

A denúncia sobre a suposta perseguição de quadros e membros da Renamo, ao serviço do Estado, foi feita pelo secretário-geral do partido, André Magibire, durante a sua recente visita a província de Cabo Delgado.

Entretanto, devido a estes e outros problemas, que afectam a vida dos seus quadros e membros, segundo André Magibire, a Renamo está determinada a governar o país, ainda no presente mandato.

Em Cabo Delgado, André Magibire, reuniu-se com os quadros e membros da Renamo, na cidade de Pemba.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique