Renamo diz que a PRM não tem estratégia para combater os ataques no centro do país

Renamo diz que a PRM não tem estratégia para combater os ataques no centro do país

Os pronunciamentos da Renamo surgem na sequência da detenção e apresentação esta semana em Sofala dos homens que segundo a PRM pertencem à Renamo.

O partido Renamo acusa a Polícia da República de Moçambique de agir de má-fé e denegrir a sua imagem. O porta-voz da Renamo, endurece o tom crítico alegando que a polícia quer empurrar o seu partido para guerra.

José Manteigas diz que o partido distancia-se destes homens. Manteigas diz ainda que a polícia está a ser ineficiente, incapaz e sem estratégia operativa no teatro das operações no centro do país onde neste momento ocorrem ataques atribuídos aos homens da autoproclamada junta militar da Renamo.

Para a Renamo se a polícia não consegue travar os ataques deve pedir socorro a quem sabe.

José Manteigas que ainda esta semana foi ouvido pela Procuradoria-Geral da República por conta do seu alegado envolvimento nas acções da autodenominada junta militar da Renamo escusou-se a comentar o teor da audição e quanto a tomada de posse dos deputados da perdiz Manteigas disse que oportunamente a Renamo vai pronunciar-se.

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique