Renamo e MDM denunciam alegadas irregularidades do STAE na Beira

Renamo e MDM denunciam alegadas irregularidades do STAE na Beira

Os dois maiores partidos da oposição e com assento no parlamento, nomeadamente a Renamo e o MDM, convocaram, hoje, a imprensa, separadamente, com o propósito de denunciar supostas irregularidades cometidas pelo Secretariado Técnico da Administração Eleitoral (STAE) ao nível da cidade da Beira,  realativamente ao mapeamento dos postos de recenseamento eleitoral para as eleicões autárquicas de 2018.

Os dois partidos alegam que o STAE está a criar novos postos sem observar a lei e os mesmos irão funcionar separados há menos de um km e próximos de unidades militares, policiais e das sedes do partido Frelimo, em detrimento dos que sempre existiram.

A Renamo e o MDM garantiram ainda que apesar de estarem representantes nos órgãos eleitorais na Beira, não foram consultados para os novos mapeamentos e exigem que se mantenham os postos já existentes e em caso de necessidade, que outros  sejam acrescentados com base do crescimento populacional e da lei.

O STAE em Sofala reagiu às acusações da Renamo e do MDM explicando que a criação  de novos postos é da competência exclusiva da Comissão Provincial de Eleições, sob proposta das Comissões Distritais de Eleições. Acrescenta ainda tratar-se apenas de propostas.

Na última sexta-feira, estava agendada uma sessão ao nível da Comissão de Eleições da cidade da Beira para a aprovação dos postos.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique